condomíniosInstitucional

Como lidar com a inadimplência em condomínios

Você, síndico, sabe como lidar com a inadimplência? A  falta de pagamento dificulta o cumprimento dos compromissos financeiros do condomínio e prejudica a gestão.

Monte algumas regras sobre o pagamento

É muito importante que o condomínio tenha regras bem estabelecidas a respeito do pagamento da taxa condominial e das penalidades aplicáveis em caso de inadimplência, inclusive com prazos para o envio de notificações e ajuizamento de ação de cobrança.

Notifique o morador e aplique as penalidades previstas

Ao identificar a inadimplência, o síndico deve notificar o condômino, seguindo os prazos previstos na convenção, contendo informações sobre o valor atualizado, data para pagamento e consequências de manter a parcela em aberto, como protesto do título ou cobrança judicial.

Muitas vezes, o envio da notificação basta para que ele regularize a situação. Caso isso não aconteça, vale a pena conversar com o morador. Às vezes, o atraso aconteceu por algum motivo importante, como doença familiar, desemprego e outros problemas pontuais. Assim, o diálogo pode ser suficiente para negociar uma solução e evitar as outras medidas de cobrança.

Saiba exatamente quais são os limites para as penalidades

Um dos fatores fundamentais ao lidar com a inadimplência em condomínios é conhecer os limites legais para aplicar penalidades. É comum ver convenções e regimentos que proíbem o uso de áreas comuns para os moradores com pendências ou preveem o corte do gás ou da água.

Porém, essas medidas podem ser consideradas abusivas judicialmente e, portanto, não são recomendadas. O ideal é conscientizar os moradores a respeito da importância de quitar as verbas em dia e, em caso de atraso, tomar as medidas cabíveis de cobrança, inclusive com ações judiciais se for o caso.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *